8

Diabetes tipo 2 pode ser detectados até 20 anos antes do diagnóstico

Postado em: 2 de maio de 2019

Uma pesquisa apresentada no Encontro Anual da Associação Europeia para o Estudo do Diabetes (EASD 2018) revelou que alguns dos sinais do diabetes tipo 2 podem começar a aparecer até 20 anos antes do diagnósticos clínico.

Por ser, muitas vezes, uma doença silenciosa, uma em cada duas pessoas que vivem com o diabetes tipo 2 não é diagnosticada e acabam com complicações na saúde por não saberem que vivem com a doença. Esses dados revelados pela Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD) também servem para alertas a respeito dos sinais que o mal pode apresentar no corpo humano.

Os principais indícios precoces que a doença apresenta são o aumento dos marcadores metabólicos, elevação da glicose em jejum, maior índice de massa corporal e sensibilidade à insulina. Prestar atenção a todos esses sinais podem fazer com que você descubra a diabetes antes de existir graves complicações com sua saúde.

Como contamos neste artigo, o tipo 1 da diabetes se trata de um processo autoimune que destrói as células que produzem insulina no pâncreas. A glicose acaba não entrando nas células, permanecendo no sangue e existe aumento na glicemia. Já o tipo 2 é muito associado à obesidade e antecedentes familiares da diabetes, por um aumento na resistência à ação do hormônio afiliado a uma diminuição da produção de insulina pelo pâncreas.

Vale lembrar que, além de complicações renais, na visão, na pele, durante a gravidez e nos pés, as doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte na diabetes, sendo que portadores da doença possuem até 4 vezes mais chance de desenvolver esse tipo de problema.

Assim como para diversas doenças, o controle precoce é o principal aliado no tratamento da diabetes. Os sinais podem ser percebidos de maneira precoce, abrindo espaço para tratamentos clínicos que farão com que a doença seja controlada. Não deixe de realizar exames com frequência e peça uma avaliação para seu médico.