WhatsApp Image 2019-04-15 at 16.19.20

Efeitos da cafeína que você nunca imaginou

Postado em: 15 de abril de 2019

Além de tirar o seu sono e dar mais disposição, a cafeína possui muitos outros efeitos no organismo humano, principalmente quando misturada com outras substâncias ou conforme a saúde de uma pessoa.

Vale lembrar também que a cafeína não está presente apenas no café, uma das mais tradicionais bebidas do país, mas também em diversos outros alimentos e produtos que são consumidos no cotidiano, como remédios de dor de cabeça e algumas marcas de refrigerante.

É pensando na variação nos efeitos que um simples cafézinho pode causar que diversos médicos recomendam ou pedem para que seus pacientes evitem a cafeína.

No corpo humano, a cafeína é absorvida e atinge a corrente sanguínea em pouco tempo, sendo distribuída por todos tecidos do corpo assim que metabolização no fígado acontece.

Todos os efeitos variam conforme o nível de consumo e a frequência do uso da cafeína no organismo. No entanto, o órgão internacional European Food Safety Authority (EFSA) mostra que a ingestão de até 5,5 mg de cafeína por kilo de café é totalmente segura para adultos saudáveis.

Curioso? Descubra alguns efeitos da cafeína que você nunca imaginou:

Estímulo da ansiedade

O excesso da substância combinado com outros fatores do corpo podem causar o aumento da ansiedade, sendo um vilão para aqueles que lidam com o problema diariamente. Neste sentido, a cafeína pode acabar agindo como um estimulante, já que é responsável por aumentar o nível de atenção e da pressão sanguínea.

Efeitos termogênicos

Alguns estudos mostraram que a cafeína pode ser uma ferramenta na perda de peso, agindo como um termogênico se consumida nas condições ideais.

Muitos atletas utilizam da substância em suplementos que auxiliam na melhora do desempenho pela perda da gordura corporal, uma vez que a cafeína ajuda na percepção do esforço feito e no aumento da disposição para atividades físicas, ajudando na performance durante treinos.

Melhora a saúde do coração (para quem toma com frequência)

Isso depende muito das condições do coração de uma pessoa, mas um estudo das universidades de Washington e Harvard dos Estados Unidos revelaram que quem bebe uma xícara de café sem ter o costume de beber sempre pode ter até quatro vezes mais chance de ter um enfarto após o consumo.

Outra pesquisa estadunidense, apresentada na  50ª Conferência Anual da Associação Americana do Coração,  revelou que quem consome quatro ou mais xícaras de café por dia possui 18% menos chances de adquirir problemas cardíacos.