VITAMINA-D-PREVINE-O-COVID-19-

Vitamina D previne o COVID-19?

É de conhecimento popular que a Vitamina D é um micronutriente necessário para o bom funcionamento do nosso organismo, normalmente relacionado ao ato de se alimentar bem e tomar sol regularmente. Entretanto, qual a relação dela com a imunidade e o COVID-19? 

Muito se fala sobre a imunidade e a regularidade da Vitamina D em nosso organismo, mas será que ela realmente tem alguma relação de proteção contra o vírus COVID-19? 

Reunimos essas informações para você neste artigo. Siga lendo e saiba mais sobre a relação do COVID-19 e a Vitamina D.

Antes, vamos entender sobre a Vitamina D 

Ela é um micronutriente que pode ser categorizada em dois tipos: D2 e D3. 

A primeira, D2, é a vitamina obtida por meio da alimentação. Já a D3 é produzida naturalmente por nosso organismo pelo ato da exposição solar. Inclusive, é este tipo que é normalmente encontrado nos suplementos que você pode adquirir em farmácias. 

A vitamina possui funções relacionadas ao nosso sistema imunológico, ajudando o corpo a se proteger de organismos invasores. Também possui papel ativo quando falamos de inflamações, pressão arterial e prevenção contra tumores. 

Vitamina D previne o COVID-19? 

É preciso averiguar muito bem as informações disponíveis antes de adquirir um suplemento de vitamina D para este objetivo em específico. 

Se quando a pandemia começou mal existiam informações sobre o vírus, tampouco como o organismo pode se defender do invasor, imagina sobre a relação entre a vitamina e o COVID. 

Entretanto, durante os últimos meses, novas pesquisas foram sido realizadas para tentar encontrar um parceiro para a defesa do nosso organismo. 

Uma pesquisa recém publicada pela Universidade de Chicago (EUA) revelou que a incidência de infectados pelo vírus foi maior entre aqueles que possuem deficiência de vitamina D no organismo. 

Mas, assim como os próprios envolvidos no estudo contam, ainda é incorreto afirmar que a vitamina D possui um papel decisor na facilidade ou dificuldade de infecção pelo vírus. 

O estudo foi realizado com análises que cruzaram informações retroativas sobre os níveis de vitamina D dos participantes. De fato, a pesquisa constatou que existe uma relação entre a deficiência de vitamina D com a infecção, mas não necessariamente um pode causar o outro. 

Para que autoridades médicas possam recomendar a vitamina com o objetivo de defesa do vírus, é preciso aguardar novos resultados da mesma pesquisa ou outras universidades e laboratórios apresentarem novas evidências. 

Notícias que afirmam que o COVID-19 pode ser combatido com a vitamina D, no momento, são consideradas fake news pela falta de embasamento científico.

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Últimas postagens